MICARETA 2018

Baixa Grande, Orgulho Nosso

Seguir Roque da Mota

OBRIGADO!,VOCÊ É O VISITANTE Nº

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Kiss: sobrevivente que perdeu perna luta para retomar vida: “Não tenho alternativa senão superar”




Jovem ficou 78 dias internada, passou por cinco cirurgias e colocou prótese



Sylvia Albuquerque, do R7
A jovem Kelen Ferreira, de 20 anos, perdeu a perna direita no incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), além de ter queimaduras pelo corpo e sequelas no pulmão. Diante da tragédia que mudaria sua história para sempre, ela tenta buscar uma motivação para ser grata pelo simples fato de estar viva.
— Eu não tenho outra alternativa senão superar tudo isso. Foi uma mudança muito brusca e preciso ter forças. Quantos pais perderam seus filhos e eu tive a sorte de sobreviver.
Kelen ficou 78 dias internada, sendo que 15 deles foram em coma. Ela conta que começou a correr quando percebeu o incêndio e tirou a sandália que estava do pé esquerdo, mas não conseguiu tirar do direito. O calçado derreteu e necrosou a perna, por isso a necessidade de amputar. 
A estudante de terapia ocupacional da Universidade Federal de Santa Maria já passou por cinco cirurgias e colocou a prótese definitiva no dia 26 de julho. Ela conta que tem uma retração nas mãos porque a pele queimada estica, mas nada que a impeça de estudar.
— Não perdi um semestre graças ao apoio dos meus amigos e da minha família. É o que me mantém.

Dos 242 mortos, dois se tratam das amigas que acompanharam Kelen no dia do incêndio.
Incêndio
O incêndio dentro da boate Kiss no centro de Santa Maria, cidade a 290 km da capital, Porto Alegre, aconteceu na madrugada de 27 de janeiro.
O fogo começou porque, durante a apresentação da banda Gurizada Fandangueira, um dos integrantes acendeu um artefato pirotécnico — uma espécie de fogo de artifício chamado "sputnik" — que, ao ser lançado, atingiu a espuma do isolamento acústico, no teto da boate. As chamas se espalharam em poucos minutos.
A casa noturna estava cheia na hora em que o fogo começou, com cerca de mil pessoas. O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência. Os donos não tinham qualquer autorização do Corpo de Bombeiros para organizar um show pirotécnico na casa noturna. O alvará da boate estava vencido desde agosto de 2012, afirmou o Corpo de Bombeiros.
Dois músicos e dois donos da casa noturna chegaram a ser presos, mas respondem ao processo em liberdade. No mês passado, a Justiça determinou a limpeza e descontaminação da boate para avaliar se é possível realizar uma reconstituição do incêndio. A boate ainda está lacrada com tapumes. A Brigada Militar disponibiliza ao menos um policial para fazer a segurança na boate 24 horas por dia para preservar o local até que a Justiça determine a liberação.
Reações:

0 comentários:

OUÇA NOSSA RÁDIO !

MAGAZINE DAMOTTA



                                                 Magazine Damotta,sua compra segura na internet

Clique  na imagem para visita
 a nossa loja e pesquisar o que deseja


                Guitarra Strato Seizi Vision - Roxo MetálicoContrabaixo 4 Cordas Passivo Strinberg CAB 16 - Vinho


         Encordoamento de Bronze 0.09 para Violão - D´Addario EZ 890 - 85/15 Conjunto de 4 Cordas para Contrabaixo - GHS 5L CC

            Combo Amplificador para Contrabaixo com 20W RMS - Onerr Sniper 20  Transmissor sem Fio - Vokal VWR 15 G 05

                Suporte para Guitarra e Contrabaixo - Saty 4020 Piano Digital Casio CDP 120 - Preto

                        Magazine Damotta

BREVE HISTÓRIA DE BAIXA GRANDE

CLIQUE NO TÍTULO OU NA IMAGEM

Micareta de Baixa Grande-2015

Bloco- As Poderosas

O urso na Micareta de Baixa Grande

Baile à Fantasias-Micareta-2015

Bahia Campeão Baiano 2015

Santos Campeão Paulista 2015

PREPARE-SE !

Arquivo do blog

VISITE DAMOTTA NEWS

O prefeito Pedro Lima Neto, na tribuna da Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (19/02).

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...