MICARETA 2018

Baixa Grande, Orgulho Nosso

Seguir Roque da Mota

OBRIGADO!,VOCÊ É O VISITANTE Nº

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Após 26 horas, índio é retirado de árvore no Rio




José Guajajara, que foi levado a hospital, protestava desde a manhã de segunda-feira contra desocupação do antigo Museu do Índio




RIO - O suposto índio que se identifica como Urutau José Guajajara  foi retirado na manhã desta terça-feira, 17,  da árvore em que permaneceu por 26 horas, em protesto contra a possibilidade de demolição do Museu do Índio, vizinho ao estádio do Maracanã (zona norte do Rio).

Após 26 horas, índio é retirado de árvore no RioMarcos de Paula/Estadão



O homem foi cercado por bombeiros, que subiram à árvore de maneira simultânea por três acessos diferentes. Guajajara não reagiu nem insultou os bombeiros, diferentemente dos cerca de 30 ativistas que acompanharam a ação com xingamentos dirigidos aos policiais e bombeiros.
Vestido apenas com uma bermuda, trazendo um cocar no alto da cabeça, o homem foi levado até o chão por cordas, ao estilo rapel, às 11h30. Imediatamente, os bombeiros o colocaram em uma ambulância, que seguiu para o Hospital Souza Aguiar, no centro.
Os ativistas tentaram evitar a saída da ambulância e houve enfrentamento. De dentro da ambulância, pertencente ao Corpo de Bombeiros, foi aspergido um spray de pimenta, que atingiu em cheio aos manifestantes, entre eles, o advogado do suposto indígena, Arão da Providência.
"Isso é prisão. É o Estado usando a força para interferir na pauta dos movimentos sociais", esbravejava Providência, com os olhos lacrimejantes.
O advogado reclamou ainda da decisão da Polícia Militar de retirar os manifestantes do velho museu. "O governador (Sérgio Cabral, do PMDB) acha que o prédio é dele", gritava.
Guajajara subiu no alto da árvore, a 4 metros de altura, às 9h30 de segunda-feira, 16, durante a remoção dos manifestantes, indígenas e simpatizantes. Desde então praticamente não se alimentou nem bebeu água.
Alimento. Às 8h30 desta terça, os ativistas - que estavan uma distância de cinco metros da árvore, que está cercada desde a manhã de segunda-feira - conseguiram entregar a Urutau um pacote de biscoito de água e sal e água. A comida foi colocada dentro de um saco plástico, que foi arremessado com um barbante. Foi a primeira vez que o índio se alimentou desde a manhã de segunda, quando subiu na árvore.
Reações:

0 comentários:

OUÇA NOSSA RÁDIO !

MAGAZINE DAMOTTA



                                                 Magazine Damotta,sua compra segura na internet

Clique  na imagem para visita
 a nossa loja e pesquisar o que deseja


                Guitarra Strato Seizi Vision - Roxo MetálicoContrabaixo 4 Cordas Passivo Strinberg CAB 16 - Vinho


         Encordoamento de Bronze 0.09 para Violão - D´Addario EZ 890 - 85/15 Conjunto de 4 Cordas para Contrabaixo - GHS 5L CC

            Combo Amplificador para Contrabaixo com 20W RMS - Onerr Sniper 20  Transmissor sem Fio - Vokal VWR 15 G 05

                Suporte para Guitarra e Contrabaixo - Saty 4020 Piano Digital Casio CDP 120 - Preto

                        Magazine Damotta

BREVE HISTÓRIA DE BAIXA GRANDE

CLIQUE NO TÍTULO OU NA IMAGEM

Micareta de Baixa Grande-2015

Bloco- As Poderosas

O urso na Micareta de Baixa Grande

Baile à Fantasias-Micareta-2015

Bahia Campeão Baiano 2015

Santos Campeão Paulista 2015

PREPARE-SE !

Arquivo do blog

VISITE DAMOTTA NEWS

O prefeito Pedro Lima Neto, na tribuna da Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (19/02).

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...