MICARETA 2018

Baixa Grande, Orgulho Nosso

Seguir Roque da Mota

OBRIGADO!,VOCÊ É O VISITANTE Nº

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Conheça a família alemã que vive há mais de 3 anos completamente sem dinheiro







A família já causou polêmica por ter adotado um estilo de vida diferenciado, chamando a atenção na Europa.

A ideia veio do alemão Raphael Fellmer, de 29 anos. Ele propôs um sistema de vida completamente fora dos padrões consumistas da sociedade e sua família aceitou. Eles vivem sem dinheiro e comem apenas alimentos encontrados em sacolas de lixões de supermercados.
A família, composta por sua esposa e um filho, vive através do sistema de troca, ou seja, a residência alugada é fornecida por um proprietário que, ao invés de 
receber dinheiro, permite que o valor seja convertido em serviços domésticos como a jardinagem e reparos gerais, visto que eles moram no porão da casa. Eles afirmam que o único dinheiro necessário é para pagar contas como água e luz, impossíveis de negociar com as fornecedoras.
Raphael comentou ainda que dinheiro só é usado em casos de extrema necessidade, e ele citou apenas um único evento que foi quando sua esposa estava grávida e ele foi obrigado a pagar um plano pré-natal para o acompanhamento da gestação. Ao contrário do que muita gente pensa, ele não tem nenhuma dificuldade financeira, por ter nascido em uma família alemã de classe média alta.
Formado em Estudos Europeus, Raphael percebeu através de consciência social que existem coisas mais importantes que o dinheiro e é possível viver sem ele.
 
  Ele comentou ainda que o dinheiro é, nada mais do que uma invenção do homem e que esse sistema pode entrar em colapso a qualquer momento. Raphael afirma ter adotado esse jeito novo de ver a vida para proteger sua família caso o mundo entre em “fúria” por problemas no sistema financeiro global.
A ideia original veio após ter feito uma viagem com vários amigos para o México sem gastar nenhum centavo. Eles trocavam mão de obra em serviços gerais de navios para conseguir o transporte, além de pegar caronas em caminhões nas estradas. Quando voltou para a Alemanha, a experiência mudou radicalmente sua vida e o conceito do que é fundamental para a vida humana.
Os alimentos são sempre colhidos em caçambas de lixo, de preferência orgânicos. Na Alemanha, vários mercados do país vendem vegetais orgânicos e a tendência do consumo é só aumentar. Como as pessoas, geralmente, preferem frutas e legumes sempre de boa aparência, os supermercados acabam jogando fora aqueles com pequenos “machucados”.
De acordo com dados da Organização de Alimentos e Agricultura das Nações Unidas, mais de 30% de todo o alimento global produzido é jogado fora. Na Europa, o novo estilo de vida está ganhando força e mais adeptos.
Fonte:Jornal Ciência
Reações:

0 comentários:

OUÇA NOSSA RÁDIO !

MAGAZINE DAMOTTA



                                                 Magazine Damotta,sua compra segura na internet

Clique  na imagem para visita
 a nossa loja e pesquisar o que deseja


                Guitarra Strato Seizi Vision - Roxo MetálicoContrabaixo 4 Cordas Passivo Strinberg CAB 16 - Vinho


         Encordoamento de Bronze 0.09 para Violão - D´Addario EZ 890 - 85/15 Conjunto de 4 Cordas para Contrabaixo - GHS 5L CC

            Combo Amplificador para Contrabaixo com 20W RMS - Onerr Sniper 20  Transmissor sem Fio - Vokal VWR 15 G 05

                Suporte para Guitarra e Contrabaixo - Saty 4020 Piano Digital Casio CDP 120 - Preto

                        Magazine Damotta

BREVE HISTÓRIA DE BAIXA GRANDE

CLIQUE NO TÍTULO OU NA IMAGEM

Micareta de Baixa Grande-2015

Bloco- As Poderosas

O urso na Micareta de Baixa Grande

Baile à Fantasias-Micareta-2015

Bahia Campeão Baiano 2015

Santos Campeão Paulista 2015

PREPARE-SE !

Arquivo do blog

VISITE DAMOTTA NEWS

O prefeito Pedro Lima Neto, na tribuna da Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (19/02).

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...