MICARETA 2018

Baixa Grande, Orgulho Nosso

Seguir Roque da Mota

OBRIGADO!,VOCÊ É O VISITANTE Nº

domingo, 19 de janeiro de 2014

Dez milhões de encarcerados no mundo





http://www.anovademocracia.com.br/124/16.jpg
No final de novembro a organização Centro Internacional de Estudos Penitenciários (ICPS, na sigla em inglês) divulgou um estudo cujo resultado aponta para um número aterrador: já passa de 10 milhões o total de pessoas presas em cadeias e penitenciárias em todo o mundo.
O próprio ICPS, entretanto, admite deficiências em sua contabilidade. A China, por exemplo, informou apenas o número de presos já condenados, e a Coreia do Norte não informou o número de pessoas que mantém encarceradas. Os pesquisadores estimam que, a se somar estes dados ausentes, o total da população carcerária global deve passar de 11 milhões de pessoas.
O USA, com suas políticas de “tolerância zero” com negros, latinos e com quem não mede esforços para ganhar a vida em meio a tanta precariedade e com a rebeldia dos jovens contra a repressão contumaz e as condições de pobreza a que estão submetidos, lidera absoluto o ranking do encarceramento em massa, com um total de 2.239.751 pessoas mantidas em cárcere em suas incontáveis prisões.
O Brasil aparece no quarto lugar, atrás ainda de China e Rússia, com uma população carcerária de nada menos que 548.003 pessoas, mas supera até mesmo a China capitalista e altamente repressiva quando a conta é dos presos por 100 mil habitantes. Sob este aspecto, o da taxa prisional, a África do Sul do recém morto Nelson Mandela, que teria acabado com o apartheid, aparece à frente do Brasil e da China, mantendo presos 294 a cada 100 mil dos seus cidadãos.
O ICPS informa que em 15 anos a população carcerária global aumentou 30%. No mesmo período a população mundial não aumentou mais que 20%. Fica claro que, longe de ser qualquer coisa parecida com coincidência, a disparada do número de gente jogada nas prisões do planeta põe às claras qual é o “remédio” dos Estados para a deterioração das condições de vida dos povos, para a progressivo desmantelamento dos direitos e garantias das massas trabalhadores, a que chamam de “Estado de Bem-Estar Social”, para a crescente insatisfação e insubordinação das classes populares de todo o planeta ante as políticas de fome e morte no esteio do agravamento da crise geral do capitalismo.
Fonte:http://www.anovademocracia.com.br
Reações:

0 comentários:

OUÇA NOSSA RÁDIO !

MAGAZINE DAMOTTA



                                                 Magazine Damotta,sua compra segura na internet

Clique  na imagem para visita
 a nossa loja e pesquisar o que deseja


                Guitarra Strato Seizi Vision - Roxo MetálicoContrabaixo 4 Cordas Passivo Strinberg CAB 16 - Vinho


         Encordoamento de Bronze 0.09 para Violão - D´Addario EZ 890 - 85/15 Conjunto de 4 Cordas para Contrabaixo - GHS 5L CC

            Combo Amplificador para Contrabaixo com 20W RMS - Onerr Sniper 20  Transmissor sem Fio - Vokal VWR 15 G 05

                Suporte para Guitarra e Contrabaixo - Saty 4020 Piano Digital Casio CDP 120 - Preto

                        Magazine Damotta

BREVE HISTÓRIA DE BAIXA GRANDE

CLIQUE NO TÍTULO OU NA IMAGEM

Micareta de Baixa Grande-2015

Bloco- As Poderosas

O urso na Micareta de Baixa Grande

Baile à Fantasias-Micareta-2015

Bahia Campeão Baiano 2015

Santos Campeão Paulista 2015

PREPARE-SE !

Arquivo do blog

VISITE DAMOTTA NEWS

O prefeito Pedro Lima Neto, na tribuna da Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (19/02).

 

Zero Hora

Últimas notícias

Carregando...